7 Motivos para abrir um MEI

7 Motivos para abrir um MEI

Se listarmos os programas de apoio ao empreendedorismo que deram certo, o MEI – Micro Empreendedor Individual certamente estará no topo dessa lista. Hoje, abrir uma empresa na MEI é a mais importante porta de entrada para o empreendedorismo. O programa desburocratiza e ajuda o empresário exatamente na fase de que ele mais precisa: no início.
Com todo o sucesso do programa, ainda existem muitas pessoas que possuem o próprio negócio e trabalham por conta própria que em caso de dúvida se vale a pena se tornar um Micro Empreendedor Individual – MEI.
MEI pode ser a oportunidade de gerar mais negócios com uma empresa formalizada e não se preocupar com faltas de obrigações e possíveis multas.
Você está curioso Você sabe as razões de ser MEI? Vamos até eles! No final, um guia super prático para começar um negócio na MEI em 15 minutos e ganhar seu dinheiro legal.

Motivo 1: menos burocracia para iniciar um negócio na MEI

abrindo Mei Online

O principal objetivo da MEI é formalizar negócios. A falta do CNPJ e a emissão de notas fiscais podem fazer você parar de crescer e limitar seu faturamento.
O programa desburocratiza completamente e você pode ir direto ao CNPJ após preencher os dados da sua empresa. Tornar-se MEI é muito fácil, basta acessar o portal do empreendedor na Internet. Basta preencher o seu formulário MEI no portal, fornecer alguns dados pessoais e já está. Há um guia sobre como preencher as informações no final deste artigo.
A melhor parte é que é GRÁTIS. Não há custos para iniciar um negócio!

Motivo 2: Pague Poucos Impostos

calculando impostos e taxas

Se pagar impostos é uma dor de cabeça que impede sua formalização, um MEI não precisa se preocupar.
Há isenção de impostos federais e redução de taxas e custos. O MEI paga à comunidade o valor simbólico de R $ 5,00 a título de Imposto sobre Serviços (ISS), além do modesto valor de R $ 1,00 ao estado, que cobre o Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS).
Além disso, são pagos 5% do salário mínimo mensalmente para custear o INSS. (Em 2017, o MEI passou a arrecadar R $ 46,85 mensais para o INSS.) Todos esses tributos são recolhidos em uma única aba chamada DAS.
Para efeito de comparação, uma trading de ME no Simples Nacional paga alíquota de 4%, o que resulta em R $ 200,00 se o faturamento for de R $ 5.000,00 mensais, tributos muito superiores ao que a MEI paga.

Motivo 3: Ter acesso a benefícios previdenciários

mei aposentado

O MEI possui cobertura previdenciária para alguns benefícios. Ele pode se aposentar por idade ou invalidez, receber auxílio-doença e auxílio-maternidade.
Sua família continuará a receber pensão por morte e indenização a partir do primeiro pagamento.
Você gostaria de se aposentar após o período de contribuição? Não tem problema, basta fazer o complemento do INSS para ter acesso a todos os benefícios da previdência social, inclusive a aposentadoria pós-contributiva.

Motivo 4: é mais fácil obter empréstimos

casal calculando despesas

Muitos bancos têm linhas de crédito especiais para o MEI. Além de taxas e juros mais baixos, existem outros termos de financiamento interessantes.
Uma vez que o MEI tenha organizado a informação financeira, também pode beneficiar do acesso a mais linhas de crédito e a custos mais baixos. Cuidar!
Esta integração bancária permite uma melhor separação entre a propriedade empresarial e empresarial e também ajuda o seu crescimento com finanças organizadas.

Motivo 5: Ser capaz de emitir notas fiscais

emitindo recibo

A MEI poderá emitir notas fiscais na hora de vender ou prestar seus serviços, o que melhora seu relacionamento com fornecedores e clientes.
Isso porque a MEI é vista como um empresário formal e isso trará mais oportunidades de crescimento para o seu negócio, uma das quais é, por exemplo, abastecer o setor público ou grandes empresas, pois exigem a emissão de um documento fiscal.

Motivo 6: obter ajuda de um funcionário

feliz com funcionária

Embora a MEI seja uma espécie de empresa unipessoal, ela pode registrar um funcionário desde que receba o salário mínimo ou piso de categoria.
Ele paga 3% do salário para a Previdência Social e 8% do Salário mínimo como FGTS todos os meses enquanto o empregado contribui com 8% do salário para a Previdência Social.
Quando a empresa cresce e se expande e precisa contratar novos funcionários, o MEI deve reportar o seu descumprimento ao governo.

Motivo 7: não há formalidades de escrituração e contabilidade fiscal

contador verificando escrituração

Outro problema na redução da burocracia é a redução de alguns papéis exigidos por outras empresas, como escrituração e impostos.
A única coisa que o MEI faz é, através do seu certificado de venda ou serviço, que o faturamento anual não ultrapasse R $ 80.000.
Declaração, denominada DASN-Simei, com prazo até 31 de maio de cada ano. Criamos um guia passo a passo sobre como fazer essa declaração.

Mas tenha cuidado! Apesar de isenta de escrituração, a MEI só pode distribuir lucros isentos de imposto de renda aos seus acionistas dentro do limite presumido, que é de 8 a 32% das vendas dependendo da finalidade da empresa, caso não tenha cálculo contábil próprio do lucro Contratar uma empresa de auditoria. Leia mais sobre isso na Questão 169 da Receita Federal.
Além das vantagens mencionadas acima, a abertura de empresa no MEI preserva a cidadania, fortalece a autoestima e promove a inclusão social. O profissional que se torna um MEI tem muito mais chances de se manter estável no mercado e até de expandir seus negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *